05 de outubro SANTO DO DIA Francisco Xavier Seelos

Francisco Xavier Seelos nasceu no dia 11 de janeiro de 1819 na Alemanha. Filho do casal Magno e Francisca, teve na família o grande incentivo para sua vida de consagração a Deus.

Em 1842 abraçou o carisma da Congregação do Santíssimo Redentor, fundada por Santo Afonso Maria de Ligório. Impressionado com as informações sobre a falta de assistência religiosa e social aos imigrantes alemães nos Estados Unidos da América do Norte, pediu para trabalhar como missionário aquele país.

Recebeu a ordenação sacerdotal na igreja de São Tiago de Baltimore em 1843, dedicando todo o seu apostolado à causa dos imigrantes alemães naquele país. Alguns meses depois foi transferido para Pittsburgo, na Pensilvânia, onde trabalhou como vice-pároco de João Neumann, superior da comunidade dos redentoristas.

Participou nas “Missões das Paróquias” em várias localidades, sempre se distinguindo como grande pregador, bom confessor e zeloso pastor dos pobres e marginalizados. O ponto fundamental do seu apostolado era o ensino da catequese para o crescimento da comunidade paroquial. Cuidou também da formação de outros redentoristas. Infundia nos seminaristas entusiasmo, espírito de sacrifício e zelo apostólico.

Em 1866 contraiu a febre amarela. Ele suportou a enfermidade com paciência e resignação, mas, por isto, foi obrigando a se afastar de quase todas as atividades pastorais. Faleceu na noite de 04 de outubro de 1867.

A disponibilidade e a sua natural amabilidade em acolher e entender as necessidades dos fiéis, fizeram de Seelos um excelente confessor e guia espiritual, tanto que muitas pessoas o procuravam, vindo até de lugares distantes. Os fiéis o descreviam como um missionário com um eterno sorriso nos lábios e de coração generoso, principalmente para com os carentes e marginalizados.

Deus Pai de bondade, zelai pelos imigrantes espalhados pelo mundo e dai-nos, pela inspiração de Francisco Seelos, a alegria em vos servir nos mais necessitados. Por Cristo nosso Senhor. Amém.

Comentários pelo Facebook