Etíope Dawitt Admasu arranca nos últimos 5km e é bicampeão da São Silvestre

Em uma manhã nublada e com chuva em São Paulo, o etíope Dawitt Admasu e a queniana Flomena Cheyech foram os mais rápidos entre os 30 mil participantes da 93ª edição da São Silvestre, neste domingo. Admasu arrancou nos últimos 5km para levar seu segundo título na tradicional prova brasileira de 15km, enquanto Flomena dominou quase todo o percurso e cruzou a linha de chegada em primeiro, após ter batido na trave em 2016. O Brasil ficou longe do pódio. Joziane Cardoso ficou em 10º, e Ederson Vilela foi 11º.
– Quero agradecer à torcida de São Paulo, que me ajudou. Eu treinei duro, me preparei bem, então estou muito feliz – disse Admasu.
FONTE – GLOBO ESPORTE

Comentários pelo Facebook