Governo autoriza intervenção do Exército na Rocinha, no Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que a operação deve acontecer nas próximas horas

Após mais um dia de tiroteio na favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, autorizou nesta sexta-feira (22/9) que o Exército faça um cerco e atue na região para conter a violência. O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que a operação deve acontecer nas próximas horas, a estimativa é que 950 homens restabeleçam o controle da segurança.

Não vamos recuar na Rocinha. É o quinto dia de operações. Ontem (quinta) descobrimos uma grande quantidade de armamento, drogas e estamos com muitos indícios de traficantes em uma região em que estamos avançando. Temos certeza que a reação que está ocorrendo no asfalto é por causa disso”, disse o governador.

No vídeo a seguir é possível ouvir os disparos e ver a movimentação dos criminosos na favela da Rocinha.

O comandante da 1ª Divisão do Exército, general Mauro Sinott, disse que o Exército chegará na tarde desta sexta (22/9) à comunidade. Segundo o militar, as forças armadas ajudarão também no controle do trânsito das ruas do entorno e no tráfego aéreo sobre o morro da zona sul da cidade do Rio de Janeiro.

Clima de guerra, logo cedo
Nesta manhã, pelo quinto dia seguido, o clima de confronto na favela foi acirrado com mais um tiroteio, iniciado por volta das 9h30.

Houve um confronto intenso entre policiais e criminosos, que provocou o fechamento da Auto-Estrada Lagoa-Barra, que liga o bairro de São Conrado à Gávea. Cinco escolas e três unidades de educação infantil da prefeitura fecharam as portas, deixando quase 2.500 alunos sem aulas.

Segundo informações da página Rocinha em foco, no Facebook, um ônibus também foi queimado nas proximidades da comunidade, na Estrada da Gávea, em São Conrado. As rajadas de tiros assustaram os moradores, que se esconderam no comércio e atrás de muretas no meio da rua.

A Polícia Militar faz operações no local e orienta que as pessoas evitem circular pelas ruas. Devido às intervenções, o trânsito está interrompido na altura da Praça Sibélius, no sentido São Conrado, com desvio para a Avenida Padre Leonel Franca.

Também está bloqueado o sentido Gávea dos túneis Zuzu Angel e Acústico, a partir do acesso pela Autoestrada Lagoa-Barra. Motoristas podem seguir pela Avenida Prefeito Mendes de Morais e Avenida Niemeyer. A PM também registrou que criminosos lançaram granadas contra a equipe que faz o cerco na Rocinha.

http://www.metropoles.com

 

Comentários pelo Facebook