Miss é suspeita de participar de sequestro de empresário no Paraná

Polícia confirmou, nesta sexta-feira (22), prisão da Miss Pinhais 2016, Karina Reis, de 25 anos.

Polícia Civil confirmou, nesta sexta-feira (22), a prisão da Miss Pinhais 2016, Karina Cristina Aparecida dos Reis, de 25 anos. Ela foi presa em flagrante no fim de agosto, suspeita de participar do sequestro de um empresário na Região de Curitiba.

Além de Karina dos Reis, o namorado dela, Janerson Gregorio, que é soldado da Polícia Militar (PM), e a mãe dele também foram presos em flagrante por suspeita de roubo majorado e extorsão mediante sequestro. Eles foram levados para o Complexo Penitenciário de Piraquara.

Guilherme Menezes dos Santos, advogado que representa o casal, afirmou que não há indícios que comprovem a autoria e/ou participação no sequestro.

“Todas as provas envolvendo os indicados Karina Reis e Janerson Gregorio serão oportunamente apresentadas em audiência para que o juízo possa deliberar em relação ao crime em comento”, afirmou por meio de nota.

A mãe do policial, de acordo com o advogado dela, Hélio da Silva Chin Lemos, conseguiu um habeas corpus na quinta-feira (21) e foi liberada nesta sexta-feira. Lemos afirmou que irá comprovar que a cliente não teve envolvimento no sequestro do empresário.

De acordo com a Polícia Civil, Karina foi funcionária do empresário e é suspeita de ajudar a esquematizar o sequestro. Ainda conforme a polícia, todas as informações que ela tinha sobre a rotina da vítima e sobre o que ele postava no Facebook foram usadas para planejar o crime.

“Além de acompanhá-lo [o PM] em parte do iter criminis como carona no veículo, trabalhou para a vítima, tudo indicando que teria colhido informações sobre ela para o planejamento e execução dilitivas”, diz o auto de prisão em flagrante.

 

Comentários pelo Facebook