Tabata foi colocada em uma cova com pés e mãos amarrados

As imagens mostram o buraco em que a criança foi colocada após ser assassinada.

O corpo da menina Tabata foi encontrado em uma cova rasa no meio da mata entre Umuarama e Xambré.

As imagens mostram o buraco em que a criança foi colocada após ser assassinada.

Eduardo Leonildo da Silva, 30 anos, foi preso e de acordo com a polícia confessou o fato, sem dar detalhes.

O acusado levou os policiais ao local que enterrou a criança após raptá-la perto da escola na terça-feira (26).

Tabata Fabiana Crespilho da Rosa de seis anos foi à escola acompanhada do irmão mais velho de 13 anos, como fazia todos os dias. Porém ela não entrou na instituição. A família registrou o desaparecimento e desde então a garotinha era procurada.

Imagens mostraram que ela foi abordada pelo criminoso perto da instituição e não foi à escola. Câmeras do sistema de monitoramento de estabelecimentos da região ajudaram a investigação a chegar até Eduardo.

Tabata foi raptada, e pode ter sido violentada sexualmente. O corpo estava com os pés e mãos amarrados de cabeça para baixo. Laudos devem apontar como ela foi morta e se houve estupro.

Redação Catve.com

Comentários pelo Facebook