x-diretor da Secretaria de Educação Maurício Fanini é preso pelo Gaeco

O ex-diretor da Secretaria de Educação do Paraná (Seed) Maurício Fanini foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) neste sábado (16), em Curitiba. A prisão foi cumprida durante a 3ª fase da Operação Quadro Negro, que investiga fraudes na construção de escolas estaduais.

As informações são da Globo News, Fanini foi preso em casa, no bairro Cabral. A investigação da atual fase mira o crime de lavagem de dinheiro, ao qual o ex-diretor se tornou réu. Em um desdobramento da Operação Quadro Negro, que investiga fraudes em licitações para construção de escolas estaduais, o Ministério Público do Paraná, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), cumpriu na manhã deste sábado, 16 de setembro, mandado de prisão preventiva e mandados de busca e apreensão expedidos pela 9ª Vara Criminal de Curitiba.

O ex-diretor da Secretaria de Estado da Educação foi preso preventivamente e os mandados de busca e apreensão foram cumpridos contra a esposa do ex-diretor, ambos denunciados à Justiça por lavagem de dinheiro. Foram apreendidos computadores, documentos, objetos e celulares em Curitiba e em Guaratuba.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual do Paraná (MP-PR) e pela Promotoria do Patrimônio Público foi aceita pelo juiz Diego Paulo Barausse, na última sexta-feira (15). A esposa de Fanini, Betina Sguario Moreschi Antônio, também se tornou ré nesta ação. O esquema investigado pela Operação Quadro Negro desviou pelo menos R$ 20 milhões dos cofres públicos. A Construtora Valor foi o principal alvo da operação e é apontada como fonte das fraudes.

http://tanosite.com

Comentários pelo Facebook